CBGM 2019

Compartilhando Experiências

O Objetivo desta sessão é de trocar experiências sobre casos clínicos reais em que houve um ou mais aspectos que trouxeram dúvidas na condução diagnóstica, tratamento ou aconselhamento genético, assim como problemas éticos e legais.

Para isso, serão escolhidos 4 ou 5 apresentações, que deverão ser encaminhados conforme abaixo para seleção.

REGRAS:

  1. Apresentar em 10 min
  2. Caso deve ser anônimo (sem iniciais ou procedência dos integrantes da família)
  3. Na apresentação em Powerpoint deverão ser destacadas as dúvidas ou problemas que ocorreram, e, em seguida as condutas tomadas (corretas ou equivocadas), com discussão dos motivos
  4. O que se pode aprender com este caso

Exemplo:

Dois irmãos gêmeos monozigóticos vêm para aconselhamento genético em consulta única por recorrência na família paterna de câncer colo-retal. Ao explicar os testes moleculares disponíveis, um deles se interessou em fazer, enquanto que o outro optou por não querer investigar e manter seguimento com condutas de detecção precoce.

Quais os problemas identificados?

  1. A consulta deveria ser individual, para preservar sigilo e autonomia
  2. Os irmãos são monozigóticos, ao detectar a mutação de um, o outro obrigatoriamente será diagnosticado

Slide final: O que se pode aprender com o caso

  1. Informar aos consulentes que as consultas para AG devem ser individuais
  2. A autonomia e o sigilo devem ocorrer, ainda que na mesma família
  3. Medidas de seguimento clínico para detecção precoce é parte do AG e pode ser a escolha do consulente